Loading...
Skip to content

Notícias

13/05/2022

2º Encontro do Comitê Nacional de Chefes de Inteligência da Polícia Civil é realizado em SP

Sexta-feira, 13 de maio de 2022 (14h00)

ENCONTRO.pngNos dias 4, 5 e 6 de maio, foi realizado o 2° Encontro do Comitê Nacional dos Chefes de Inteligência de Polícia Civil (CIPC). O objetivo do encontro foi realizar alinhamentos estratégicos da Inteligência Policial do País, com a presença de todos os Diretores dos Departamentos de Inteligência, realizando-se integração no âmbito do Subsistema de Inteligência de Segurança Pública (SISP).

O evento foi sediado em São Paulo, sob a coordenação do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL), dirigido pelo Delegado de Polícia, Caetano Paulo Filho.

Durante as reuniões, discutiram-se temas relacionados às atividades do CIPC, à Inteligência Financeira, à atuação da Agência Central do SISP na Regional Sudeste, ao
funcionamento do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Região Sudeste (CIISP-SE) e às soluções tecnológicas empregadas em Inteligência Policial.

O encontro foi encerrado com uma palestra da Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Ivana David, com o tema “A importância da Inteligência Policial para a Polícia Judiciária”.

Os Diretores de Inteligência das polícias civis realizaram, ainda, visita ao DIPOL, ocasião em que conheceram as instalações do Data Center da Polícia Civil, da DDM ONLINE e da Delegacia Eletrônica. O Delegado de Polícia Assistente da Divisão de Tecnologia da Informação (DTI), Luiz Fernando Zambrana Ortiz, apresentou os principais sistemas de Tecnologia da Informação utilizados pela Polícia Civil de São Paulo. A apresentação, que ocorreu no auditório da DTI, contou com a presença do Delegado-Geral da Polícia, Osvaldo Nico Gonçalves, e dos Delegados Divisionários do DIPOL.
 
Após, foi visitado o Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), conhecendo-se, em detalhes, os setores diretamente envolvidos na Rede de Intercâmbio
de Informações por meio do Sistema de Legitimação a Distância (LEAD).

O Presidente do CIPC, Juliano Silva de Carvalho, Delegado de Polícia no Estado do Mato Grosso, ressaltou a importância do 2º Encontro, afirmando: “as inteligências
policiais civis do Brasil estão integradas definitivamente, fortalecendo-se o Subsistema de Inteligência de Segurança Pública (SISP)”.

 

Divulgação

ENCONTRO2.pngDurante o encontro, a Polícia Civil, representada pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL), firmou Protocolo de Intenções visando à formação da Rede de Intercâmbio de Informações por meio do Sistema de Legitimação a Distância (LEAD), com diversas polícias civis do Brasil.

A avença permitirá integração, compartilhamento de dados/informações, trocas e confirmações de autenticidade de documentos, legitimações, encaminhamentos de fragmentos de impressões digitais coletadas em locais de crimes, identificações de criminosos e de cadáveres, bem como localização de desaparecidos.

Assinaram o protocolo os Diretores de Inteligência das Polícias Civis dos seguintes estados: Alagoas; Amapá; Bahia; Ceará; Distrito Federal; Maranhão; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Minas Gerais; Pará; Pernambuco; e Tocantins. Anteriormente, celebraram convênios com o IIRGD/DIPOL, no âmbito da Rede LEAD, as Polícias Civis de Rondônia, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e Goiás.

O Diretor do DIPOL, Caetano Paulo Filho, comemorou a iniciativa: “Trata-se de um acordo histórico entre as polícias civis. Pela primeira vez na história da identificação brasileira, os estados integram-se, em atendimento ao princípio da eficiência administrativa. Em questão de minutos, ocorrerão as trocas de informações, permitindo-se identificação célere de criminosos e de cadáveres, por exemplo”.

Fonte/foto: Dipol - dss (c)

NOVO_RODAPÉ.png

  • ENCONTRO2.png
  • ENCONTRO.png