Loading...
Skip to content

Notícias

04/02/2021

Polícia Civil recebe mais de 4 mil pistolas semiautomáticas

Quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021 (15h50)


A Polícia Civil recebeu mais de 4 mil pistolas semiautomáticas, calibre.40, para modernizar o arsenal da instituição, garantir aos policiais melhores condições no combate à criminalidade e ampliar a percepção de segurança da população de São Paulo.

Ao todo foram compradas 4.470 pistolas por meio de uma licitação internacional, concluída no mês passado, que teve a empresa austríaca Glock classificada em primeiro lugar.

Os testes dos equipamentos foram realizados na Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol), seguindo os padrões internacionais. Após novos testes, as armas serão entregues para as unidades operacionais da Polícia Civil de todo o Estado, com distribuição prevista para março.

Recentemente foram adquiridas para a instituição 36 carabinas calibre 5,56 mm, sob investimento de R$ 306 mil do Recurso Federal, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Elas foram testadas e entregues em janeiro ao Grupo Armado de Repressão a Roubo (Garra), do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope).

Além disso, desde o início da nova gestão já foram entregues 376 viaturas para a Polícia Civil, cujo investimento ultrapassou R$ 24 milhões. Também há em andamento processo licitatório para aquisição de 105 viaturas SUV com proteção balística, que custarão mais de R$ 23 milhões e devem ser entregues ainda neste primeiro semestre de 2021.

A Polícia Civil ainda deu mais um passo rumo à modernização das investigações criminais, com a criação da Divisão de Crimes Cibernéticos (DCCIBER), uma superestrutura contra os cibercriminosos e com a criação do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), que reúne grupos operacionais de diferentes delegacias especializadas da capital, otimizando as ações.

O avanço também seu deu a partir da criação das Divisões Especializadas de Investigações Criminais (Deic), que reúnem todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência. Foram criadas 12 destas unidades, sendo uma em São Bernardo do Campo, duas na região de São José dos Campos e as outras nove nas demais regiões interioranas do Estado de São Paulo.

Investimentos também foram destinados à área de combate à violência contra a mulher. Desde 2019, foi ampliado para dez o número de Delegacias de Polícia de Defesa da Mulher (DDMs) 24 horas no Estado, sendo três no Interior e sete na Capital, assim como a criação de três novas DDMs, sediadas nas cidades de Jacupiranga, São Caetano do Sul e Itanhaém.

Fonte/foto: Site SSP, com adaptações - eov (c)

NOVO_RODAPÉ.png