Loading...
Skip to content

Perguntas Frequentes


  • O boletim eletrônico de ocorrência possui o mesmo valor do boletim de ocorrência registrado nos Distritos Policiais?

    Sim, o boletim eletrônico de ocorrência tem a mesma validade do boletim de ocorrência registrado nos Distritos Policiais.


  • É necessário validar/autenticar o boletim eletrônico de ocorrência em uma Delegacia de Polícia pessoalmente?

    O boletim de ocorrência elaborado pelo site da Delegacia Eletrônica da Polícia Civil é um documento oficial. Ele é assinado eletronicamente por um Delegado de Polícia. Não é necessário validar ou autenticar o boletim eletrônico de ocorrência. Ele tem a mesma validade do boletim de ocorrência feito numa Delegacia de Polícia.


  • Quem pode fazer um boletim eletrônico de ocorrência?

    O boletim eletrônico de ocorrência é um ato personalíssimo. A pessoa que nele constar como declarante será a responsável pela veracidade de todas as informações constantes do registro.


  • Quem pode fazer o boletim eletrônico de ocorrência de uma pessoa menor de 18 anos?

    O boletim eletrônico de ocorrência deverá ser registrado por um dos pais ou pelo responsável legal, que informará seus dados pessoais (RG, RNE ou CPF) nos campos ”dados do declarante” e os dados pessoais do menor de 18 anos nos campos ”dados dos documentos”.


  • Quem deve fazer o boletim eletrônico de ocorrência no caso de furto e roubo de veículo?

    O registro do boletim eletrônico de ocorrência pela internet somente pode ser feito pelo condutor do veículo furtado ou roubado, desde que ele seja o proprietário ou seu parente próximo (pais, irmãos, filhos e cônjuges).


  • Posso registrar um fato ocorrido fora do Estado de São Paulo ou em outro País, na Delegacia Eletrônica?

    Somente o registro da PERDA DE DOCUMENTO ocorrida fora do Estado de São Paulo ou em outro país pode ser registrada na Delegacia Eletrônica, desde que a pessoa tenha endereço no Estado de São Paulo.


  • Quais as ocorrências que podem ser registradas na Delegacia Eletrônica?

    - Roubo/furto de documentos/aparelho celular;
    - Roubo de objeto;
    - Furto/perda de placas de veículos;
    - Roubo/furto de veículos;
    - Desaparecimento e encontro de pessoa;
    - Acidente de trânsito sem vítimas;
    - Calúnia/ injúria/ difamação;
    * Todas as ocorrências podem ser registradas nas Delegacias de Polícia convencionais


  • Devo comunicar o retorno de pessoa desaparecida?

    Sim. O retorno da pessoa desaparecida deverá ser comunicado e registrado num boletim de ocorrência que pode ser feito na Delegacia Eletrônica ou numa Delegacia de Polícia, com a natureza de Encontro de Pessoa. É imprescindível, para fazer esse registro, informar o número do boletim de ocorrência do desaparecimento, a Delegacia de Polícia responsável pelo registro, a data do encontro da pessoa e o histórico detalhado de como se deu o retorno.


  • As ocorrências de interesse criminal que podem ser registradas pela Delegacia Eletrônica também podem ser feitas em qualquer Delegacia de Polícia?

    Sim, todas as ocorrências que podem ser registradas na Delegacia Eletrônica também podem ser registradas nas Delegacias de Polícia, conforme descrito no Artigo 13, I da Portaria DGP Nº 18/98
    .


  • A Delegacia Eletrônica registra crimes, golpes, fraudes, vendas de produtos controlados ou ilegais cometidas pela internet?

    Não, a Delegacia Eletrônica não registra esses delitos. Ela somente regista as ocorrências discriminadas na pergunta “Quais as ocorrências que podem ser registradas através da Delegacia Eletrônica?” Todas as demais devem ser registradas nas Delegacias de Polícia convencionais.


  • Qual o prazo de espera para o recebimento da resposta da solicitação do boletim eletrônico de ocorrência?

    A Delegacia Eletrônica da Polícia Civil estima que os boletins eletrônicos de ocorrência sejam finalizados em até 24 horas. Frisamos, todavia, que esse prazo pode variar em decorrência do excesso de pedidos de registros, problemas técnicos ou outras eventualidades. Assim, caso haja urgência em obter o boletim de ocorrência, procure uma Delegacia de Polícia.


  • O boletim eletrônico de ocorrência substitui o documento original?

    Não, o boletim eletrônico de ocorrência não substitui o documento original para nenhum fim.


  • O que fazer quando, no preenchimento ou envio do formulário de solicitação do boletim eletrônico de ocorrência aparecer mensagem de erro?

    Anote o número do erro e entre em contato para orientações nos telefones (11) 3311-3884, 3311-3886, 3311-3888, 3311-3872.


  • Posso complementar informações faltantes no boletim eletrônico de ocorrência já autorizado?

    Sim, é possível complementar informações faltantes do boletim eletrônico de ocorrência. O declarante que precisar fazer isso deverá acessar o site da Delegacia Eletrônica da Polícia Civil pelo endereço www.policiacivil.sp.gov.br, preencher o formulário Complemento de Boletim e aguardar a análise de seu pedido. O declarante será contatado por telefone ou receberá o complemento de seu boletim de ocorrência por meio do e-mail informado.


  • É possível obter cópia de boletim eletrônico de ocorrência?

    Sim, é possível obter cópia do boletim eletrônico de ocorrência. Acesse o site www.policiacivil.sp.gov.br, clique em Delegacia Eletrônica, depois em ”Acompanhamento”
    , preencha o número do protocolo/boletim eletrônico de ocorrência (é o mesmo), ano e número do CPF. Imprima o boletim eletrônico de ocorrência autorizado ou o motivo de sua não autorização.


  • É possível obter pela internet a cópia de boletim de ocorrência registrado numa Delegacia de Polícia convencional?

    Não é possível obter pela internet a cópia de um boletim de ocorrência registrado numa Delegacia de Polícia convencional. A cópia desses boletins de ocorrência devem ser solicitadas pessoalmente e preferencialmente no Distrito Policial responsável pelo registro.


  • Como obter cópia do boletim de ocorrência registrados nos Batalhões da Polícia Militar?

    Poderá ser solicitada e retirada pessoalmente ou de procuração registrada em cartório, na Companhia da Polícia Militar, em que fora confeccionado.


  • Como imprimir um boletim eletrônico de ocorrência sem o número do protocolo?

    O declarante que não tiver em mãos o número do protocolo de sua solicitação de boletim eletrônico de ocorrência deverá entrar em contato com a Delegacia Eletrônica da Polícia Civil e pedi-lo. Esse contato pode ser feito pelo correio eletrônico eletrônica@policiacivil.sp.gov.br ou através dos telefones: (11) 3311-3884, 3311-3886, 3311-3888 e 3311-3872. Após, com o número em mãos, poderá entrar no site e imprimir seu registro.


  • Como verificar se o telefone celular furtado/roubado foi bloqueado?

    Verifique se o telefone celular furtado/roubado foi bloqueado da seguinte forma: acesse o site da Polícia Civil através do link www.policiacivil.sp.gov.br, clique em consulta IMEI e faça a pesquisa.


  • Quais providências devem ser tomadas para desbloquear o telefone celular perdido/furtado/roubado?

    O declarante, no caso de extravio, deverá contatar diretamente a sua operadora de telefonia móvel. Já no caso de furto/roubo, deverá comparecer à Delegacia de Polícia mais próxima com uma cópia do boletim eletrônico de ocorrência e solicitar o desbloqueio.


  • O que fazer se o IMEI do meu telefone celular for indevidamente bloqueado?

    A pessoa que teve seu telefone celular indevidamente bloqueado deve comparecer à Delegacia de Polícia mais próxima de sua residência, para que sejam tomadas as providências cabíveis.


  • Caso encontre meus documentos, após o registro do boletim eletrônico de ocorrência, quais providências deverei tomar?

    Caso o RG furtado/roubado tenha sido emitido pelo Estado de São Paulo, o documento deverá ser inutilizado e providenciada uma nova via sua, pois o bloqueio é irreversível. Os demais documentos poderão ser utilizados normalmente, desde que não tenha sido solicitada uma nova via deles, hipótese em que também deverão ser inutilizados. No que se refere à documentação bancária, devem ser observadas as orientações dos bancos.


  • Como acompanhar a abertura ou o andamento dos concursos para ingresso na Polícia Civil?

    A abertura dos concursos de ingresso da Polícia Civil do Estado de São Paulo e todos os demais atos a eles relacionados, tais como as datas e os locais de realização das provas, são publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo (http://www.imprensaoficial.com.br). Eles também são divulgados no site da Polícia Civil (http://www.policiacivil.sp.gov.br).


  • Como saber o que é requerido num concurso para ingressar na Polícia Civil?

    Os requisitos para se inscrever num concurso para ingressar na Polícia Civil variam. Eles são previstos nos editais de abertura dos concursos, que são publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo (http://www.imprensaoficial.com.br). Eles também são divulgados no site da Polícia Civil (http://www.policiacivil.sp.gov.br). Lá é possível consultar os editais dos concursos anteriores das diversas carreiras para verificar os requisitos que foram exigidos.


  • Qual o endereço da Delegacia de Crimes Eletrônicos?

    A 4ª DIG - DELITOS MEIOS ELETRÔNICOS Telefone 11 2224 0300 Av. Zaki Narchi, 152 - Carandiru - São Paulo/SP. Para maiores informações e contato por email, use o.formulário de contato.


  • Como faço para efetuar uma reclamação sobre Barulho Excessivo?

    Caso seja estabelecimento comercial, poderá contatar a Prefeitura, se for residencial, poderá procurar a Delegacia de Polícia mais próxima e apresentar o caso à análise e deliberação da autoridade policial. Em ambos os casos poderá, no momento dos fatos, recorrer à Polícia Militar através do 190.


  • Como faço para solicitar o policiamento preventivo em meu bairro?

    Informamos que para aumento do policiamento preventivo, solicite através do site: www.polmil.sp.gov.br. Acrescentamos ainda que os moradores poderão levar o fato para conhecimento, apreciação e deliberação da autoridade policial responsável pelo Distrito Policial da Área.


  • Como faço para efetuar reclamações, elogios sobre atendimento em Distritos Policiais?

    Informamos que dúvidas, reclamações, elogios ou denúncias a respeito da regularidade do procedimento de policiais civis devem ser levadas ao conhecimento da Corregedoria da Polícia Civil cujo endereço é Rua da Consolação, nº 2333, telefone (11) 3231 5536 ou da Ouvidoria de Polícia, cujo endereço eletrônico é www.ouvidoria-policia.sp.gov.br


  • Como obter informações à respeito de Multas, suspeita de clonagem das placas de meu veículo, pontos na CNH?

    Tais informações poderão ser obtidas no Departamento de Trânsito - Detran através do e-mail falecomdiretor@detran.sp.gov.br


  • Meu RG foi emitido fora do Estado de São Paulo, posso solicitar o Atestado de Antecedentes Criminais através da Internet?

    Não, nesse caso deverá comparecer ao Posto de Identificação mais próximo ou dirigir-se ao Poupatempo mais próximo. O prazo para entrega do atestado no Poupatempo e demais informações a respeito poderão ser consultados no site: www.poupatempo.sp.gov.br ou ligue 0800 772 3633.


  • É necessário comunicar a polícia sobre a recuperação de documentos perdidos, que tenham sido mencionados em boletim de ocorrência?

    Não. O Boletim de Ocorrência sobre perda de documentos não gera investigação policial. Em caso de recuperação, não é necessário comunicar a polícia. Mas, atenção: caso tenha registrado a perda de RG emitido pelo Estado de São Paulo, será necessário providenciar a segunda via, pois o Boletim de Ocorrência gera o bloqueio irreversível do documento. Ou seja, mesmo quando recuperado, não poderá ser reutilizado.


  • Caso encontre meus documentos, quais providências deverei tomar?

    Caso RG furtado/extraviado tenha sido emitido pelo Estado de São Paulo, deverá ser inutilizado e providenciada nova via, ainda que o tenha localizado posteriormente , pois o bloqueio do mesmo é irreversível. Quanto aos demais documentos, tais como CNH, CPF, etc. poderão ser utilizados normalmente, desde que não tenha sido solicitada nova via. Com relação à documentação bancária, devem ser observadas as orientações do Banco.


  • Como obter segunda via de Boletim Ocorrência?

    Nos casos de Boletim de Ocorrência registrado em Unidades Policiais Convencionais, a cópia deverá ser requerida pessoalmente. Para obter o telefone da Unidade Policial em questão, entre em contato com nosso Serviço de Informações através dos telefones: 197 ou (11) 3311-3300 (atendimento 24 horas). Se o Boletim foi registrado através da Internet pela Delegacia Eletrônica, envie mensagem fornecendo o nome completo, CPF e RG da pessoa declarante, para a localização da planilha eletrônica, caso não tenha o número da solicitação requerida.

Voltar